Vamos à praia?

Publié le par alinemariane

Pergunta tendenciosa para esse outono até agradavel...

Tem coisa melhor que praia?! Brisa, calor, sol, mar, areia, cerveja, camarao... Bem, nem sempre é assim, mas, efim, praia é bom até quando é ruim - entende?!

No Brasil
Pensa em praia. Aposto que você, leitor brasileiro, pensou mais ou menos na minha descriçao logo acima: brisa, calor, sol, mar, areia, cerveja... O meu conceito ideal de praia é o litoral norte de Sao Paulo, especialmente Ubatuba. Praias super calmas, cercadas pela serra e por verde, areia fininha, algumas praias badaladas, barraquinha de coco, pastel, carrinho de picolé e churrasco. E chuva, mas tudo bem, Ubatuba sem chuva nao é Ubatuba.

Familia querida, aproveitem esse feriado em Ubatuba por mim!

Praia da Almada, uma das minhas preferidas,
em Ubatuba, litoral norte de SP >>

No Senegal
Dakar foi a unica cidade litorânea em que morei. Morava ha alguns quarteiroes do que era a praia, o que seria um privilégio se nao fosse o "era". A praia, ou melhor, o ponto de encontro entre o oceano Atlântico e o continente africano, na regiao de Parcelles é um verdadeiro lixao. Montanhas de lixo limitam o fim da areia das ruas e o começo da areia da praia. As ondas fazem desenhos de sacos plasticos e embalagens. Triste.

Mesmo assim, nos três meses de Dakar, fui à praia todos os domingos. Todos. Otimo! Nao nessa praia perto de casa, mas na praia do BCEAO (sim, o Banco Central dos Estados da Africa do Oeste). Limpissima em comparaçao às outras, essa praia lotaaava aos domingos! Nem em Praia Grande eu tinha visto tanta gente na areia!


<< Praia do BCEAO, a melhor de Dakar



A praia é loteada por particulares e cercada com arame ou madeira. Cada "lote" tem uma organizaçao e um preço, mas geralmente sao cabanas de palha bem baixinhas, com uma esteira para sentar embaixo. Em cada cabaninha você encontra um fogareiro e uma chaleira, para o tradicional Attaya. Uma cabaninha custa de 2mil a 500 Fcfa: você chega, o responsavel fala que custa 2mil e depois de cinco minutos de negociaçao, o preço chega aos razoaveis 500 Fcfa, nao importa se esta la todos os domingos, como o nosso caso. Durante o Ramadan, conseguiamos cabaninhas gratis, pois éramos os unicos clientes...


Vendedores de café de de mate (mate é essa frutinha que parece um pequi e tem gosto de maracuja, nao tem nada a ver com cha mate!) >>


O sol é forte e seco, mas quase nao se vê mulheres de biquini ou homens sem camisa. So os toubabs e alguns negros que, depois me explicaram, sao em regra os negros da diaspora africana, que moram ou moraram fora da Africa. Os homens usam short e camisa de futebol, em alguns casos regatas. As mulheres usam um tipo de top de ginastica com uma saia ou calça, às vezes bem sofisticados, com a mesma estampa. Nao se vende bebida alcoolica (nao so na praia, mas na cidade no geral é dificil encontrar bebida alcoolica), mas suquinhos artificiais em garrafa ou em saquinhos. Você encontra ainda peixe grelhado bem temperado, café, cha, manga, mate (que se come com sal) e milhares de vendedores de quinquilharias com uma capacidade de insistência inacretitavel.


<< Caminho até a praia em Mbour. Obviamente, a praia nao era muito mais limpa.

Estive em outras cidades litorâneas no Senegal e o ponto comum é a presença de lixo e de vendedores insistentes. Saint-Louis tem uma geografia que indica que teria praias maravilhosas, pois é uma ilha no rio Senegal que forma um longo braço de terra antes de desaguar no mar. Uma pena que, além de todo o descuido com a limpeza, uma série de obras mal sucedidas fazem o mar invadir o rio mais cedo e perder toda a beleza... Os balnearios de Mbour e Saly, sempre presentes nos guias de viagens europeus sao ainda piores. As praias para turistas, brancos, sao separadas das praias que os locais podem frequentar; pela manha, presenciei os funcionarios dos grandes hoteis recolhendo o lixo trazido pelo mar e jogando na praia "dos locais"!!! Além de ser revoltante, é ingênuo nao pensar que na manha seguinte o mar vai trazer todo o lixo de volta... Sinceramente, nao sei o que tantas madames de topless e senhores carecas faziam la, até o Guaruja é melhor.






Saly, principal destinaçao turistica do Senegal.  >>


Mais fotos de praias no Senegal aqui.



Na França
A primeira pergunta que fiz ao saber da possibilidde de vir pra Angers foi "quantos quilômetros da praia?". Estamos ha pouco menos de 100km das praias da Bretagne, o que quer dizer oceano Atlântico e... da areia!!!

Para você entender a minha felicidade em estar perto de praia com areia, é preciso dizer que as praias mais proximas de Paris estao na Normandie, no mar da Manche (que, bizarramente, em português se diz "Mancha" e nao tem mancha nenhuma!). O Loic fez faculdade la, entao ele tem varios amigos que visitamos algumas vezes. Definitivamente, a Normandie nao entra no meu conceito de praia. Pra começar, faz frio, muito frio, mais frio que em Paris. Nao tem areia, mas pedrinhas cinzas redondinhas. Também nao tem onda. E varias falésias fazem desenhos bem bonitos e canalizam o vento de maneira que faz ainda mais frio. Nao preciso dizer que nao entrei na agua pra saber se era gelada, né?

Eu "tomando sol" em Etretat, na Normandie >>


A possibilidade de ir à praia todos os domingos outra vez me anima bastante! Vou aproveitar esse outono, antes de ir curtir o verao no Brasil!! Uma foto meio molhada para começar:


<< Bretagne, meu litoral norte

Publié dans em português

Commenter cet article

Cristiane 04/11/2009 12:37


Nosso país é mesmo fantástico!!! Pena q seja tão mal tratado...  Portugal tb tem praias lindas, mas o clima já não é
tão bom assim. Dizem que pro sul é melhor, mas nunca ouvi ninguém dizer q vai ao Algarve (no sul) no inverno. Nada como ter praia o ano inteiro!


luci 02/11/2009 22:14


estou passada: nao vende bebida alcoolica lah?! (pouca?) essa eh a certeza de que eu nunca irei morar em dakar. eu soh aguento essa solidao a base de alcool!

deu tanta saudade quando voce falou da praia! nossa! eu morava, em joao pessoa, a tres ruas da praia. e dessa praia boa que tu fala. areia limpa, mar azul, passarinho cagando por aih... tao lindo
=~


mariana 31/10/2009 00:35


Morar numa ilha como Floripa tem dessas vantagens! Da para escolher o tipo de praia: badalada, calma, selvagem, deserta...tem pra todo gosto!!! Claro que eu tenho as minhas preferidas e morro de
saudade delas!! Quanto às praias daqui ainda não conheci nenhuma, mas ja tenho uma lista das que quero conhecer no proximo verão... a primeira é st. malo, que fica aqui perto, na normandie. Depois
tem outras varias la pelos lados de Marseille... e da-lhe havaianas em cima dessas pedrinhas hein??? ainda bem que eu sou acostumada com a agua gelada la do sul, senão, nem ia conseguir encarar dar
um mergulho por aqui...
hehhehe
e um post sobre angers, quando sai???

bjuuus! 


Helena 30/10/2009 23:52



As praias na Bretagne também são frias (désolée) e  chove muito, muito nessa região. Mas são lindas, vale a pena. As praias do Atlântico são um pouco mais quentes que as da Manche. E tu
estás mais pertinho das do Atlântico (boa notícia!). Tem uma que é bem famosinha, La Baule, que fica super fácil de ir de trem a partir de Angers. Vá um dia também a Belle-île, é fantástica.



Bel Butcher 30/10/2009 12:40


É, Aline, bons tempos que o litoral norte paulista era calmo e tranquilo. Também freqüentei as belas praias paulistas na minha infância - ia para São Sebastião, a família tinha casa lá. Mas, a
última vez que fui pra lá, a praia (Barequeçaba) tinha mais resort que espaço. Uma coisa de louco. Fora que as línguas (o esgoto que escorre até o mar) eram muitas. Uma pena. eu adorava aquilo
ali.

Agora, praia na Europa é curioso. Você tem que comprar aquele sapatinho especial para conseguir andar nas pedras! Eu comprei um para aproveitar minhas férias na Croácia, no ano passado!