Pelo aterramento do marketing viral

Publié le par alinemariane

Nunca vou me cansar de falar: tenho problemas com a publicidade francesa. O que me consola é que não sou só eu. E olha que nem me meto a avaliar a publicidade comercial, são as campanhas institucionais que me interessam.
publicite.jpg
site-angers.jpgFaz um tempinho, estava na página na prefeitura de Angers e me deparei com a notícia que a cidade apoiava um tal de movimento Gibralthon, "Pelo aterramento* do estreito de Gibraltar". Ahn? Isso mesmo, unir Europa e Africa fechando o mar Mediterrâneo! (!!!)

Achando estranhíssimo, mostrei para Loic e, pesquisando um pouco mais, vimos que todas as referências tinham alguma coisa a ver com Angers. Aquilo só podia ser piada. Mas o que uma piada faria no site da prefeitura?!! Loic ficou revoltado, afinal, nossa pacata cidadezinha se diz capital europeia do desenvolvimento sustentável. A desconfiada aqui ficou com a pulga atrás da orelha.

gibralthon.jpgNão precisa de muito esforço para perceber o quanto aterrar o estreito de Gibraltar não faz sentido. Se houvesse algum interesse econômico em realizar tal obra, um túnel ou uma ponte parece mais viável. Sem contar as questões ambientais!

Como revolta é viral, comentamos com amigos que também acharam esquisito, mas, por falta de mais informações, acabamos esquecendo. Até que vi a notícia de uma conferência sobre o tal movimento Gibralthon que aconteceria nos jardins do castelo do rei René. Peraí, nenhuma conferência séria acontece num jardim! Só pode ser piada!

Outra vez mostro a notícia a Loic e aos amigos acrescentando "isso tem cara de piada". Mas a maioria leva a sério e começa a fazer uma lista das questões a serem apresentadas aos conferencistas. Não era só eu que achava aquilo tudo muito estranho, mas como a gente tem uma tendência a seguir a maioria...

acc2010.jpgPoucos dias depois, começa a divulgação do maior festival ao ar livre de Angers (maior que o Tempo Rives), Les Accroche-Coeurs, com a chamada "A gente se diria no sul...", acrescentando mais um elemento ao imaginário de "sul" daqui. E então, só então, fica mais ou menos claro que é uma piada. Um teaser viral, como diriam os publicitários.

Uma piada com sentido, pois visa "aterrar o estreito de Gibraltar que vive dentro da gente, criando uma ligação de coração para coração (Accroche-coeurs é "engatamento de corações") entre o norte e o sul". O festival é dedicado às "artes do sul", considerando os países do Mediterrâneo, inclusive o sul da França, como sul. Ah, tá.

O centro de Angers está todo decorado com flores, praias, guardas-chuva e elefantes. A programação de shows, apresentações e exposições é bem variada e interessante. Porém as esquisitices continuam: no site da prefeitura, você pode dar a sua contribuição, doando terra (!!): uma colherinha, um copo, um balde ou um carrinho de mão.

compteur.jpgComo todo esse clima de festa, a revolta passou e até acho graça da divulgação. Ok, admito que caí na piada e, pior, espalhei por aí, exatamente como queriam os publicitários. O que me consola é que não fui só eu, como prova as reações dos amigos e os ataques à página deles no Facebook.

Agora, que eu achei de um tremendo mau gosto, ah, eu achei...

 

* aterramento, segundo o Houaiss, vem de aterrorizar e não tem a ver com aterro, local que se enche de terra. Não sabia e, como não achei tradução melhor, vou deixar assim mesmo - já que no título ficou engraçado! Espero que todo mundo entenda. A frase em francês é "Pour le comblement du Détroit de Gibraltar"

 

Serviço:
Les Accroche-Coeurs
Dias 10, 11 e 12 de setembro (de hoje até domingo)
Local: Centre ville d'Angers

Publié dans em português

Commenter cet article

caso me esquecam 10/09/2010 16:04



caramba, e eu criando mil teorias pra entender. e como assim querem unir a europa a africa? eh tudo que os europeus menos querem!


nao podia mesmo ser algo serio ;)