Ora, sacolas!

Publié le par alinemariane

O saco das sacolinhas plasticas

Todo mundo que resolve parar de pegar sacolinhas plasticas no comércio no Brasil sabe como isso nao é facil. Desde acharem que você esta roubando por guardar as compras na mochila ou ainda os supermercados que mudam para um saquinho menor, como se o problema fosse o tamanho e nao o plastico em si. Além disso tem aqueles que acham que precisam das tais sacolinhas, como se destina-las ao saco de lixo seja um destino mais nobre e ecologico. Enfim, cortei essas poluidoras da minha vida por mais de um ano em Sao Paulo e nao foi coisa simples.

Em Dublin, sacolinha plastica simplesmente nao existia. Nao sei se era proibido, se era muito caro ou o quê, simplesmente nao tinha, nem no supermercado, na feira, em lugar nenhum. Ou se compra as sacolonas do supermercados, com preços que variavam de 0,05 a 1 euro, ou carrega na mochila, como eu fazia, mesmo que o pao de forma chegasse em casa parecendo um pao sirio...

A França é um meio termo, alguns supermercados distribuem gratuitamente, outros vendem, outros simplesmente nao têm. Aqui em Angers a maioria nao tem, mas tudo bem, pois ja estou acostumadissima a levar a minha propria. Na feira sao algumas poucas barracas que as têm - e nao vejo problema nenhum em carregar bananas, rabanetes e tomates juntos, nao?!

Em Dakar, existiam umas sacolinhas de platico pretas, bem pequenas e fininhas que eram praticamente onipresentes. Tudo, absolutamente tudo o que você compra vem nessas sacolinhas. E como tudo é comprado aos poucos, a quantidade de saquinhos que você pode acumular é muuuito maior que em qualquer outro lugar! Assim que cheguei, resolvi, evidentemente, adotar a mesma regra que uso aqui e no Brasil: zero sacolinhas. Bem que eu gostaria...

Na Boutique, o proprio vendedor se encarrega de embalar sua compra com as tais sacolinhas. Eu tentava avisar "Nao precisa, para o bem do meio ambiente". Primeiro aconteceu de jogarem a sacolinha que estava destinada para minha compra na rua, assim, simplesmente. Depois avisavam "Todo mundo vai ver suas compras" e eu pensava que nao tinha nada de mais que as pessoas vissem o que eu tinha acabado de comprar. Em pouco tempo entendi: crianças que correm atras "Me da uma bolacha" com o detalhe de que eu tinha comprado bolacha no dia anterior; alguém que passa e tenta arrancar a garrafa de Coca-Cola da sua mao; um vendedor estranho que afirma que o sabao que ele vende é muito melhor "que aquele la que você usa"... é, é melhor usar as tais sacolinhas.



Eu confesso, em Dakar eu gastei muita sacolinha plastica... Muito mais do que gostaria. E la mesmo isso me dava um peso na consciência enorme, principalmente por constatar que elas eram as principais poluidoras da praia. (nao sei quantas vezes o Loic nao aparecia com um pedaço de plastico preto grudado no cabelo, nas costas, nas pernas... por isso que eu nao entrava na agua!)




Ja faz alguns dias que essa musica nao para de tocar nas radios aqui. Tanto o ritmo quanto a letra sao um pouco meia-boca (tem um ar de "Fala Mansa", aaff), mas adoro a mensagem! A traduçao, logo mais, é minha mesmo. Ouça, divirta-se e o mais importante: esqueça as sacolinhas, acredite, você nao precisa delas! (momento blog eco-chato)

Consommez
(Tryo - 2009)



Consuma

Consuma embalagens
Cozinhe coisas prontas
Plastifique seus cadernos
E jogue fora depois

Coloque suas coisas em plasticos
Nada mais pratico até sua casa
Eles serao otimos sacos de lixo
Que você vai deixar na sua rua

Produza embalagens
E nao informe as pessoas
Que toda essa sujeira acumulada
Vai estar la em 200 anos

As arvores terao novas frutas
Sacos plasticos, elas vao florir
Enquanto que no fundo do oceano
Um golfinho morre asfixiado

As arvores terao novas frutas
Por toda a Africa eu ja os colhi
Enquanto que no fundo do oceano
Nosso lixo segue a corrente

Consuma embalagens
Se você puder, precisa exportar
é verdade, da Asia à Africa
Ha uma grande necessidade de sacos plasticos
Produza embalagens
Ja que com o passar do tempo
E o vento, vai nascer
Sujeira em todos os continentes

Consuma embalagens
E enterre tudo
Em alguns milhares de anos
Os arqueologos vao dizer que a gente era louco

Produza embalagens
Ja que ninguém ta nem aih
Aproveite e suje
A Terra é sua

E as arvores terao novas frutas
Sacos plasticos, elas vao florir
Enquanto que no fundo do oceano
Um golfinho morre asfixiado

As arvores teram novas frutas
Por toda a Africa eu ja os colhi
Enquanto que no fundo do oceano
Nosso lixo segue a corrente...

Publié dans em português

Commenter cet article

Amanda 22/11/2009 13:41


Eu tbm uso a mochila, mas confesso que complemento com as sacolinhas, até pq eu preciso delas para o lixo! Como vcs fazem? Mas acho uma boa idéia aqueles carrinhos que se usam muito aqui na França
(e pelas vovos no Brasil, na feira). Nao fica pesado e tem bastante espaço. Ainda é pratico pra reciclar. Por exemplo, o pessoal vai colocando os papéis e vidros dentro do carrinho, dai quando vao
fazer compras aproveitam pra descer o lixo reciclavel. Alias, as sacolinhas tbm sao recicladas...


Cristiane 20/11/2009 12:50


NO Brasil eu praticamente não fazia compras, então, pensava nisso, mas nem tinha muita oportunidade de aplicar. Qd cheguei em PT adorei o fato de vc ter q comprar a sacola, pro super é bom, pq ele
economiza, e acaba obrigando as pessoas a não pegarem um saco novo.Claro, sem falar no ambiente, que seria o principal na história, mas nem sei se os mercados fazem isso por consciência
mesmo... De qq forma, tá valendo. Hj sou super adepta, ando com sacos no carro (de todos os tipos e tamanho), mesmo qd o Rapha diz q não precisa levar, pq esse supermercado dá os
sacos. E daí, já adotei a ideologia ;)


luci 19/11/2009 19:30


ah, tryo realmente eh a bandinha francesa engajada! nao conhecia essa musica. quer dizer, nao ouvi ainda, mas pelo nome... bom, vou ouvir quando estiver num pc com entrada (ou saida) de som!

quanto as sacolinhas... comecei a ter um pouco de consciencia em relacao a elas quando conheci camilo (no brasil). engenheiro ambiental, europeu, sabe como eh, tem a consciencia um pouco à frente
da nossa. ele entupia a mochila dele de coisas ate nao poder mais. eu quase tive escoliose, mas valia a pena. depois de um tempo comecei a achar absurdo o uso de tantas sacolinhas pelos meus
amigos. dai lembrei que eles sao como eu ontem. mas agora, morando na frança, vejo que a coisa nao eh tao facil: sempre tem alguem te oferecendo uma sacolinha! um dia muda. muda?


Helena 19/11/2009 13:00


Eu sinto que as coisas aqui no Brasil estão mudando. Primeiro, os supermercados estão vendendo aquelas sacolas grandes, reforçadas, de uma espécie de fibra, que você pode usar sempre que for ao
super (eu já tenho a minha e sempre uso e vejo outras pessoas usando). Depois, vejo muita gente pedindo para levar em caixas de papelão, no supermercado aqui perto de casa eles já deixam um monte
na frente da loja para as pessoas pegarem. Terceiro: eles dão pontos extras para quem é cliente e usa a sua sacola reutilizável. Claro que eles estão é pensando na economia deles com as sacolas,
mas já aproveitam e ajudam as pessoas a evitarem as sacolas plásticas :)